Exercício físico demais não é bom para sua saúde

Exercícios físicos aumentam sua imunidade, diminuem a gravidade de infecções, sobretudo naqueles com maior risco (idosos).

Entretanto o treinamento intenso diminui a imunidade!

Isto explica a elevada susceptibilidade dos atletas de alto rendimento às infecções, especialmente as causadas por vírus. Por isso inclua o descanso na sua rotina de treinos e não exagere.

A linha entre o melhor rendimento no esporte, as lesões e prejuízo para a saúde é tênue.

Fique atento aos sinais do seu corpo e procure um médico se você percebe que algo vai errado com sua saúde.

Os diversos estudos existentes sobre a relação exercício físico e infecção apoiam a convicção anedótica que indivíduos praticantes de atividades físicas, baseadas em intensidades moderadas, apresentam uma menor incidência de quadros infecciosos. 

Possivelmente em decorrência da melhoria das funções dos macrófagos, imunoglobulinas, neutrófilos e células NK (Células de defesa do corpo).

No entanto, indivíduos praticantes de atividades físicas vigorosas demonstram risco elevado de desenvolver processos inflamatórios, principalmente nas vias aéreas superiores (IVAS).

[video_player type=”youtube” width=”560″ height=”315″ align=”center” margin_top=”0″ margin_bottom=”20″]aHR0cHM6Ly95b3V0dS5iZS9FTHhaRkN3YW5Ubw==[/video_player]

Veja um artigo científico sobre este tema: http://bit.ly/1d3DeNA

Sobre Daniel Coriolano

Daniel Coriolano possui graduação em medicina pela Faculdade de Medicina de Juazeiro do Norte (2011) e residência médica em Medicina de Família e Comunidade pela Universidade Federal do Ceará – UFC (2013-2015). O médico também é diretor executivo da Núcleo M.D., empresa de eventos de desenvolvimento profissional e pessoal na área da saúde. Atualmente também é professor da graduação em medicina da Universidade de Fortaleza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *