Exercício físico demais não é bom para sua saúde

Exercícios físicos aumentam sua imunidade, diminuem a gravidade de infecções, sobretudo naqueles com maior risco (idosos).

Entretanto o treinamento intenso diminui a imunidade!

Isto explica a elevada susceptibilidade dos atletas de alto rendimento às infecções, especialmente as causadas por vírus. Por isso inclua o descanso na sua rotina de treinos e não exagere.

A linha entre o melhor rendimento no esporte, as lesões e prejuízo para a saúde é tênue.

Fique atento aos sinais do seu corpo e procure um médico se você percebe que algo vai errado com sua saúde.

Os diversos estudos existentes sobre a relação exercício físico e infecção apoiam a convicção anedótica que indivíduos praticantes de atividades físicas, baseadas em intensidades moderadas, apresentam uma menor incidência de quadros infecciosos. 

Possivelmente em decorrência da melhoria das funções dos macrófagos, imunoglobulinas, neutrófilos e células NK (Células de defesa do corpo).

No entanto, indivíduos praticantes de atividades físicas vigorosas demonstram risco elevado de desenvolver processos inflamatórios, principalmente nas vias aéreas superiores (IVAS).

Veja um artigo científico sobre este tema: http://bit.ly/1d3DeNA

Sobre Daniel Coriolano

Daniel Coriolano possui graduação em medicina pela Faculdade de Medicina de Juazeiro do Norte (2011) e residência médica em Medicina de Família e Comunidade pela Universidade Federal do Ceará – UFC (2013-2015). O médico também é diretor executivo da Núcleo M.D., empresa de eventos de desenvolvimento profissional e pessoal na área da saúde. Atualmente também é professor da graduação em medicina da Universidade de Fortaleza.

Deixe aqui seu comentário:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *