O médico moderno

((( Parabéns se você conseguir ler o texto até o final… garanto que terá uma visão diferente durante sua próxima consulta ou mesmo lembrará do seu último atendimento.)))

De forma simplista o médico ocidental moderno deve ser aquele profissional capacitado para:

  • Manejar problemas de saúde das pessoas;
  • Promover bem-estar;
  • Prevenir e diagnosticar doenças, além de;
  • Prescrever remédios ou outros tipos de tratamentos.

Muitas vezes realizando encaminhamentos para outras profissões parceiras, para que estas implementem suas condutas específicas. Tudo isso com o objetivo de beneficiar o paciente no tocante a sua saúde.

Entretanto podemos aprofundar mais um pouco nossa análise e nos perguntar:

O QUE O PACIENTE ESPERA DO MÉDICO?

Mais do que uma atitude mecânica de diagnosticar doenças ou prescrever remédios, os pacientes esperam a atenção focada do seu médico.

Na maioria das vezes o paciente só procura o médico quando está em uma situação de fragilidade; seja física ou mental. E nesta hora receber o amparo do profissional da saúde é a única demanda.

Este “amparo” não corresponde apenas a diagnosticar a doença e prescrever a medicação. Antes disso o médico precisa ouvir na essência; uma habilidade também discutida no Coaching (tenho que citar, pois também sou coach).

E não para por ai…

Não basta também ouvir na essência (que já muita coisa). Muitas vezes o paciente espera ampliar o seu entendimento sobre sua situação de saúde. Não é raro ouvir “aquele médico nem explicou nada… foi logo passando o remédio… que médico ruim”. Mesmo que o médico tenha dado o diagnóstico correto e prescrito o remédio certo.

É neste ponto que reside o que tantos chamam de “ARTE MÉDICA”.

Uma verdadeira soma de COMPETÊNCIAS (conhecimentos, habilidades e atitudes) atrelado fortemente com uma essência de ajudar pessoas.

O médico não preenche a demanda do paciente ter conhecimento e não ter a habilidade de fazer… não adianta ter a atitude sem o conhecimento… Tampouco a habilidade e atitude sem um conhecimento atualizado.

O médico moderno que busca fornecer o melhor de si para seus pacientes, precisa está atento as suas competências… CONHECIMENTOS, HABILIDADES e ATITUDES. De outro modo será engolido pela tecnologia, fadado a insatisfação profissional e distante da essência da Medicina como Arte.

Quer compartilhar alguma experiência sobre este tema?

Deixe seu comentário abaixo…

Foco, impacto e criatividade

Insira o seu endereço de email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!>

Sobre Daniel Coriolano

Daniel Coriolano possui graduação em medicina pela Faculdade de Medicina de Juazeiro do Norte (2011) e residência médica em Medicina de Família e Comunidade pela Universidade Federal do Ceará – UFC (2013-2015). O médico também é diretor executivo da Núcleo M.D., empresa de eventos de desenvolvimento profissional e pessoal na área da saúde. Atualmente também é professor da graduação em medicina da Universidade de Fortaleza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *