Existem muitos questionamentos sobre a diabetes tipo II, sobretudo por ser um agravo prevalente e constantemente debatido em televisão, jornais ou mesmo entre rodas de amigos. Percebi que existem cinco principais perguntas que os pacientes fazem sobre diabetes. Com o objetivo de auxiliar o leitor médico e o estudante de medicina a fornecer uma rápida resposta para os pacientes, abaixo descrevo quais são as principais perguntas e suas possíveis respostas, que devem ser adaptadas a depender do grau de instrução do paciente atendido.   Conheça Continue

A obesidade tem em sua envergadura aspectos multifatoriais. Neste contexto não deve ser avaliada apenas com uma análise tecnicista ou através de parâmetros antropométricos. A eventual prevalência de obesidade em populações distintas sofre influência dos aspecto socioculturais e econômicos. De fato o acúmulo de tecido gorduroso pode revelar uma fenda do abismo social brasileiro e mundial, lance análogo ao que ocorre com a desnutrição e anemia ferropriva. A obesidade também pode ser observada nas populações com considerável nível de pobreza, não é restrita apenas as Continue

Mais um vídeo do playlist “Medicina no Volante“. Neste falo sobre Depressão, agravo comum nos serviços ambulatoriais de saúde. É necessário que estejamos atentos para os sinais e sintomas. Devemos estar sempre atentos para a indicação da melhor terapêutica para os pacientes. Conhece os sinais de alarme que justificam a prescrição do anti-depressivo logo na primeira consulta? Conheça o tempo ideal para o tratamento farmacológico. Você sabe em quanto tempo após o inicio do tratamento os sintomas regridem? Entenda a importância da terapia não farmacológica. Continue

Encontrei por acaso este vídeo no youtube. Achei muito bem construído. Tanto tecnicamente quanto pela sequencia lógica que o diretor utilizou. Para aqueles que ainda não conhece o trabalho do ACS recomendo este pequeno documentário.   “O papel do Agente Comunitário de Saúde na Estratégia Saúde da Família do Brasil está sendo reconhecido como um potencial benefício tanto para os sistemas de saúde em países em desenvolvimento quanto em países desenvolvidos. Pesquisadores do Imperial College Londres, a Universidade de Bangor, o London School of Hygiene and Tropical Medicine, e Continue